Login Fórum Exploração Suportes&Res Fundamentos Notícias Dados MetaStock Cursos
Noticias comentadas Manchetes
IBOV DJIA INDFUT ITUB4 VALE3 BBDC4 ABEV3 PETR4 ITSA4 SULA11 SAPR4 MRVE3 ABCB4 ALUP11 SBSP3 CPLE6
Para assinar um de nossos boletins basta clicar aqui


Notícias extraídas dos principais jornais nacionais com opiniões, para o dia 17/07/2018

Caso você queira contribuir com o desenvolvimento e manutenção de nosso fórum, entre no endereço abaixo e escolha um valor a partir de R$ 1,00 / mês.
http://www.projecao.com/apoia-se.htm

ELETROBRÁS (ELET6) - Comunicando.

"Eletrobras deve cobrar R$ 5 bi da União por prejuízo no Norte/Nordeste. Praticamente sem escolha a não ser continuar operando as distribuidoras deficitárias do Norte e Nordeste até o fim do ano, a Eletrobras deve cobrar da União, na data em que devolver definitivamente as concessões, um ressarcimento do prejuízo apurado no período de “designação”." (Fonte: Valor Econômico)



Ibovespa
S&P 500
Hang Seng
   Fonte: Reuters


OI (OIBR4) - Comunicando.

"A Telefônica Brasil tenta cobrar da Oi na Justiça um reembolso de R$ 116,95 milhões, referente à venda de uma participação acionária que a companhia detém no capital da operadora brasileira em recuperação judicial. Acionista da Oi em consequência de um decreto-lei anterior à privatização do setor de telecomunicações, a Telefônica alega — em petição protocolada junto à Justiça — que em 2012 foi impedida de deixar o capital da concorrente. " (Fonte: Valor Econômico)



ANIMA (ANIM3) - Comunicando.

"A Anima Educação assinou nesta segunda-feira um acordo para aquisição de 100 por cento do Centro de Ensino Superior de Catalão (Cesuc) por 31,25 milhões e reais, informou a companhia em fato relevante.

O pagamento será feito em parcelas, sendo uma entrada de 10 milhões de reais na data do fechamento da operação, prevista para 1º de agosto. Os demais 21,25 milhões de reais serão pagos em cinco prestações anuais, corrigidas pela inflação, além de contrato de locação de longo prazo dos imóveis. " (Fonte: Reuters)

Link para a matéria completa do jornal para ser lida:
https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1K62SO-OBRBS


BANCOS e CARTÕES - Comunicando.

"O Santander, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil são as instituições que aparecem na liderança do mais recente Ranking de Instituições por Índice de Reclamações, divulgado nesta segunda-feira (16) pelo Banco Central. No topo do ranking, referente ao segundo trimestre de 2018, está o Santander, com índice de reclamações de 38,14. Nesta lista, são consideradas as instituições com mais de 4 milhões de clientes." (Fonte: Infomoney)



WILSON SONS (WSON33) - Comunicando.

"O conselho de administração da Wilson Sons aprovou nesta segunda-feira o início do processo de avaliação de seus investimentos em ativos de terminais de contêineres e logística, informou a companhia em fato relevante.

“O processo faz parte da avaliação de alternativas estratégicas que está sendo realizada pela diretoria da companhia, que poderão incluir alienação dos referidos ativos, bem como a atração de parceiros estratégicos”, disse a Wilson Sons." (Fonte: Exame)



CYRELA (CYRE3) - Comunicando.

"As vendas contratadas da Cyrela cresceram 40,3 por cento no segundo trimestre ante igual período de 2017, para 1,061 bilhão de reais, disse a construtora em prévia operacional divulgada nesta segunda-feira.

Já os lançamentos aumentaram 53,2 por cento na mesma base, atingindo o equivalente a 981 milhões de reais em Valor Geral de Vendas (VGV), após um desempenho no ano passado em que a companhia se concentrou em vendas de estoques de imóveis prontos em meio à fraqueza da economia." (Fonte: Exame)



COMBUSTÍVEL e PETROQUÍMICA - Comunicando.

"Opção preferida dos motoristas neste ano, o etanol hidratado (que abastece diretamente os veículos) despencou na porta das usinas desde o fim da greve dos caminhoneiros até meados de julho. O motivo foi a dificuldade das usinas para escoar o volume represado em maio, aliado à produção elevada. Analistas e usinas creem, porém, que os preços chegaram ao fundo do poço desta safra, a 2018/19." (Fonte: Valor Econômico)



COMBUSTÍVEL e PETROQUÍMICA - Pelo visto a oferta de petróleo aumentará no mundo.

"Os europeus rejeitaram, nesta segunda-feira, o pedido dos Estados Unidos de isolar economicamente o Irã e adotaram um instrumento jurídico para proteger as empresas europeias presentes no país contra as sanções americanas, anunciou a chefe da diplomacia europeia Federica Mogherini." (Fonte: Exame)

Link para a matéria completa do jornal para ser lida:
https://exame.abril.com.br/economia/ue-rejeita-pedido-americano-de-isolar-o-ira/


SAÚDE e FARMACÊUTICO - Comunicando.

"A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu a resolução da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), publicada em 28 de junho, que atualizava as regras para a aplicação da coparticipação e franquia em planos de saúde.

O percentual máximo de coparticipação em consultas e exames, por exemplo, poderia chegar a 40% do valor monetário pago pelo plano de saúde ao prestador ou do valor da tabela de referência de procedimentos sobre os quais incidirá a coparticipação. " (Fonte: Infomoney)



PETROBRÁS (PETR4) - Comunicando.

"A produção total de petróleo e gás, incluindo líquidos de gás natural (LGN), da Petrobras em junho foi de 2,62 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), queda de 1,9% frente aos 2,67 milhões de boed anotados no mês anterior. Do total de junho, 2,53 milhões boed foram produzidos no Brasil e 98 mil boed, no exterior. A produção total operada da companhia (parcela própria e dos parceiros) foi de 3,30 milhões boed, sendo 3,17 milhões boed no Brasil.

No País, a produção média de petróleo foi de 2,03 milhões de barris por dia (bpd), volume 1,5% inferior ao registrado em maio. A empresa atribuiu o resultado principalmente à parada para manutenção do FPSO Cidade de Paraty, localizado no campo de Lula no pré-sal da Bacia de Santos, e à cessão de 25% da participação do campo de Roncador para a Equinor, concluída em 14 de junho." (Fonte: Infomoney)



TENDA (TEND3) - Comunicando.

"A construtora Tenda divulgou nesta segunda-feira, 16, as prévias operacionais relativas ao segundo trimestre de 2018. No período, as vendas líquidas da companhia somaram R$ 481,3 milhões, um crescimento de 24,4% em relação aos R$ 387 milhões registrados no mesmo período de 2017. Na comparação com os primeiros três meses deste ano, o avanço foi de 13,5%. No primeiro semestre, as vendas líquidas totais da Tenda somaram R$ 905,5 milhões, crescimento de 24,7%.

Entre abril e junho, a Tenda realizou 15 lançamentos, com Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 539,1 milhões, valor 20,8% maior que os lançamentos do segundo trimestre de 2017, quando foram realizados 12 lançamentos. O preço médio por unidade no segundo trimestre deste ano ficou em R$ 133 mil, contra R$ 146,3 mil no ano passado, queda de 9%. No total do primeiro semestre, os lançamentos somaram R$ 805,4 milhões, aumento de 7,6% na comparação anual.

Os distratos ficaram em R$ 46,9 milhões no segundo trimestre deste ano, número 38,2% menor que os R$ 75,8 milhões apurados um ano antes. No primeiro semestre, os distratos chegaram a R$ 93,9 milhões, recuo de 41,9%." (Fonte: Infomoney)



ELETROBRÁS (ELET6) - Comunicando.

"O governo manterá o leilão da Cepisa, distribuidora de energia elétrica da Eletrobras no Piauí, para o próximo dia 26 de julho, e prorrogará para 30 de agosto o leilão das outras cinco distribuidoras subsidiárias da estatal que seriam originalmente ofertadas no fim deste mês, disse à Reuters em Madri o ministro do Planejamento, Esteves Colnago, nesta segunda-feira. " (Fonte: Reuters)

Link para a matéria completa do jornal para ser lida:
https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1K62HT-OBRBS


FRIGORÍFICOS - Comunicando.

"As exportações de carne suína in natura e processada somou no primeiro semestre 278,3 mil toneladas, queda de 18,9% ante o resultado de janeiro a junho do ano passado, diz a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). A receita obtida com as vendas externas no período é de US$ 567,2 milhões, 30,4% inferior à do primeiro semestre do ano passado. Considerado apenas o mês de junho, os embarques totalizam 35 mil t (-45,4% ante junho/17). Na comparação com maio, o recuo é de 26,6% no volume. A receita com as exportações no mês passado foi de US$ 64,9 milhões, 58,3% inferior à de igual mês de 2017. Em relação a maio, o desempenho foi 30% mais baixo." (Fonte: IstoÉ)



MOEDAS - Comunicando.

"A balança comercial brasileira registrou superávit comercial de US$ 1,435 bilhão na segunda semana de julho (de 9 a 15). O mês de julho acumula superávit de US$ 2,457 bilhões até dia 15, abaixo 60,9% do registrado em todo o mês de julho de 2017, quando o resultado foi positivo em US$ 6,285 bilhões. No ano, o superávit comercial acumulado é de US$ 32,389 bilhões, queda de 16% em relação ao mesmo período de 2017. " (Fonte: IstoÉ)



MOEDAS - Comunicando.

"A semana começa em tom de recuperação para as criptomoedas, que sobem forte nesta segunda-feira (16) após o jornal britânico Financial News informar que a maior gestora do mundo, a BlackRock, criou um grupo de trabalho para explorar formas de aproveitar o mercado de moedas digitais e o blockchain." (Fonte: Infomoney)



MINERAÇÃO e SIDERURGIA - Comunicando.

"O governo brasileiro anunciou nesta segunda-feira que vai iniciar a revisão do direito antidumping na importação de laminados planos de aço da China, Coreia do Sul e Taiwan, de acordo com resolução publicada no Diário Oficial da União. O direito antidumping sobre as importações de laminados planos de aço ao silício, denominados magnéticos, de grãos não orientados (GNO), foi instituído em 2013 por um prazo de cinco anos, depois que uma investigação brasileira apontou a prática de dumping e dano a indústria nacional. As alíquotas aplicadas variavam entre 132,50 a 567,16 dólares por tonelada, mas, a pedido dos importadores, foram posteriormente reduzidas para entre 90 e 132,50 dólares por tonelada. " (Fonte: Reuters)

Link para a matéria completa do jornal para ser lida:
https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1K61XB-OBRBS


COMBUSTÍVEL e PETROQUÍMICA - Comunicando.

"A atividade de refino na China subiu em junho, com as petroleiras controladas pelo Estado impulsionando a produção de combustíveis, compensando os cortes feitos por indústrias que realizaram reparos anuais e restringiram as operações devido aos altos preços do petróleo, mostraram dados divulgados nesta segunda-feira.

A produção em refinarias chinesas em junho subiu 8 por cento em relação ao ano passado, para 49,78 milhões de toneladas, ou 12,11 milhões de barris por dia, de acordo com o Departamento Nacional de Estatísticas. " (Fonte: Reuters)

Link para a matéria completa do jornal para ser lida:
https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1K61X5-OBRBS


BRASIL - Comunicando.

"O Fundo Monetário Internacional (FMI) manteve nesta segunda-feira (16) sua previsão sobre o crescimento da economia mundial neste ano em 3,9%, mas alertou para os efeitos de uma guerra comercial entre os Estados Unidos e a China. No caso do Brasil, ele assinala que as perspectivas de crescimento são “pouco inspiradoras”. Para 2018, o FMI espera para o Brasil um crescimento de 1,8% do Produto Interno Bruto (PIB), uma redução de meio ponto em relação à estimativa de abril." (Fonte: IstoÉ)



BRASIL - Comunicando.

"O Vale do Anhangabaú, na região central de São Paulo, amanheceu mais movimentado do que de costume nesta segunda-feira (16). Retrato do desemprego que atingia 13,2 milhões de brasileiros no trimestre encerrado em maio.

A multidão se aglomerou desde cedo nas imediações do Secsp (Sindicato dos Comerciários de São Paulo) em busca de uma das 1.800 vagas formais oferecidas em mutirão realizado pela entidade em parceria com empresas." (Fonte: Folha)



BANCOS e CARTÕES - Pelo que eu estou entendendo, o desemprego está bastante elevado e isso se mantém por um prazo longo, sendo que a inflação (custos) está subindo e pelo visto a inadimplência também está em alta. CUIDADO.

"A inadimplência em todo o país atingiu 63,6 milhões de consumidores – 42% da população adulta brasileira -, ao final do primeiro semestre deste ano, de acordo com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). O dado leva em conta brasileiros com o CPF restrito pelo atraso no pagamento de contas.

Em junho, houve crescimento de 4,07% na comparação com o mesmo período do ano passado – o último recuo da inadimplência foi registrado em novembro de 2017 (0,89%). Na comparação entre maio e junho, houve alta de 0,61%, a maior variação positiva desde março deste ano." (Fonte: Exame)



GOL (GOLL4) - Comunicando.

"A Gol anunciou novo contrato com a Boeing para a aquisição adicional de 15 jatos 737-MAX 8, de modo que o total de pedidos vai a 135 aeronaves. Também serão convertidos 30 pedidos atuais de MAX 8 para 737 MAX 10." (Fonte: IstoÉ)



BRF (BRFS3) - Comunicando.

"A BRF informou nesta segunda-feira que contratou os bancos de investimento Itaú BBA e Bradesco BBI para assessorá-la na venda dos ativos localizados na Argentina e o banco Morgan Stanley, para os ativos na Europa e na Tailândia, dentro do plano de reestruturação operacional e financeira da companhia anunciado no final de junho. " (Fonte: Reuters)

Link para a matéria completa do jornal para ser lida:
https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1K61NF-OBRBS


FOCUS - Comunicando.

"A mediana das projeções dos economistas do mercado para a inflação oficial em 2018 recuou de 4,17% para 4,15%.A mediana das projeções do mercado para o crescimento da economia em 2018 saiu de 1,53% para 1,50%. Para 2019, a previsão continua sendo de 2,50% pela terceira semana seguida. Os economistas do mercado decidiram elevar suas apostas para o dólar no fim de 2019, de R$ 3,60 para R$ 3,68, segundo a mediana das estimativas na pesquisa Focus. Para o fim deste ano, a previsão continua em R$ 3,70." (Fonte: Valor Econômico)





Analista Responsável: Ricardo Borges Mestre em Economia Empresarial pela UCAM, MBA em Marketing pela FGV, Graduado em Economia pela UCAM, tendo participado, em 2009 na Columbia University of New York, das palestras sobre "Managing Macroeconomic Risk in Emerging Markets", ex-consultor (2003) e analista de mercado (2008) credenciado pela CVM, tendo certificado CNPI desde maio/2008 e passado nas provas CB, CG1, CG2 e CG3, sócio fundador da ANAT, membro da APIMEC, exercendo a profissão de consultor em renda variável desde 1988, operador de mesa de renda variável desde 1992 e diretor da Projeção Consultoria Financeira Ltda. desde 1992, ministra aulas voltadas para investidores e trader's desde 2000 (introdutório, análise técnica, análise fundamentalista e derivativos).

Aviso: Aviso: O analista declara: I. que suas recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, e que foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à instituição à qual está vinculado;

O analista, avisa a todos que aplicações em mercados de ações, commodities e seus derivativos tem um elevado risco, portanto o presente relatório é distribuído com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer instrumento financeiro, bem como sugestão de investimento.

As opiniões contidas neste relatório foram elaboradas de forma independente, baseadas em estudos gráficos, estatísticos, matemáticos, julgamentos, expectativas, estimativas, notícias e etc e, portanto, estão sujeitas a erros e mudança e impossibilitando garantir que sejam precisas, corretas e completas.

É de exclusiva e total responsabilidade do usuário/investidor a utilização das informações contidas neste relatório bem como a estratégia de investimentos e, dessa forma, o usuário/investidor não poderá pleitear qualquer tipo de indenização por parte do analista. As informações contidas neste relatório são consideradas confiáveis na data de sua publicação porém, o Analista se reserva o direito de, a qualquer tempo e sem aviso prévio, alterar estas informações.

As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança.

Repetindo e lembrando: o analista não se compromete que os investidores obtenham lucro, nem terá qualquer responsabilidade em caso de perdas, diretas ou indiretas, como conseqüência do uso deste documento. As informações contidas neste relatório podem não ser apropriadas para o perfil de investimento do destinatário. Os investimentos envolvem riscos e os investidores devem ter prudência ao tomar suas decisões pessoais e não devem substituir seus próprios julgamentos por aqueles previstos nesse documento..

Esse relatório não pode ser reproduzido ou redistribuído a qualquer pessoa, no todo ou em parte, para qualquer propósito, sem a prévia autorização por escrito da projecao.com, e esta não se responsabiliza pela atuação contrária ao aqui disposto por parte de terceiros.












  Ricardo Borges Financial Training
+55 21 98655-8009 (somente de 11:00hs até às 18:00hs)
 Email - ricardoborges@ricardoborges.com
 
Anuncie Aqui I Consultoria I Conteúdos Sites I Cursos On Line I Política de Privacidade I Termos de Uso